AGAS - Associação Gaúcha de Supermercados

Siga-nos no Twitter Faça parte de nossa Página no Facebook Acesse nosso Instagram

Notícias

20/04/2018

Juntas, as dez maiores empresas supermercadistas do RS faturaram R$ 15,9 bilhões

A concentração de mercado das dez maiores companhias do setor se manteve estável, no Rio Grande do Sul, em relação a 2016: juntas, estas dez maiores empresas supermercadistas somaram um faturamento de R$ 15,9 bilhões, representando 52,8% do total vendido nos caixas dos supermercados gaúchos em 2017 – em 2016, as “Top 10” representavam 52,6% do faturamento total.  Com relação à empregabilidade, entretanto, as 10 maiores ganharam representatividade: a participação dos 10 primeiros do Ranking na contratação de mão de obra é de 47,8% (contra 45,1% em 2016), com 46,7 mil colaboradores.

Pela segunda vez, o Ranking Agas perguntou às empresas entrevistadas qual é o percentual de lucro líquido das companhias do setor sobre o faturamento total contabilizado. Segundo o estudo, a média de lucro líquido dos supermercados gaúchos em 2017 foi de 1,8% sobre o faturamento total – ante 1,6% no ano de 2016. “Este número vem ao encontro da eficiência, redução de desperdícios e produtividade que o setor está buscando. Enxugar a operação não significa reduzir serviços, mas aprimorar os processos”, explica Longo.

Preocupados em fugir do endividamento, os consumidores gaúchos evitaram adiar os pagamentos e sobretudo parcelar suas compras em 2017. O Ranking Agas 2017 mostra uma mudança substancial nos hábitos de compras dos clientes dos supermercados, já que o cartão de crédito perdeu quase 3% das vendas. “100% dos supermercados gaúchos aceitam cartões ou outros meios eletrônicos de pagamento, que dão maior segurança para o consumidor e para as empresas. Hoje, o dinheiro representa apenas um terço das vendas”, percebe Longo.

(51) 2118.5200
agas@agas.com.br